Em Chamas

Por: Rodrigo Vale Barradas

O fogo é elemento real, mas também uma forte figura de linguagem. É chama, o que uma pessoa paixonada carrega dentro de si. É chama que pulsa no coração de um revolucionário, enquanto em uma das mãos carrega um coquetel molotov. E sempre foi chama, a força que me fez escrever, explodindo em palavras, lugares e pessoas.
Escrever de forma sincera é como a explosão de uma bomba atômica, que leva tudo embora, e só sobrevivemos porque somos as baratas desse mundo.
Vocês poderão ler aqui, poesias com temas mais atemporais, mas muita coisa que reflete o atual momento que vivemos, do triste crescimento de um fascismo nacionalista tupiniquim, que defende uma elite gananciosa.